Image Map

09 setembro 2014

Jovem acha R$ 100, paga contas de desconhecida e devolve troco no RN

Dona das contas e do dinheiro, Katherine foi buscar o troco na casa de Thaísa em Natal (Foto: Felipe Gibson/G1)
Katherine o troco de R$ 43,55 das contas de água e luz (Foto: Felipe Gibson/G1)
Thaísa Salustino voltava do trabalho quando encontrou duas contas para pagar e R$ 100 no chão de um ônibus em Natal. A estudante de Pegagogia, que tem 18 anos, até pensou em ficar com o dinheiro, mas decidiu fazer diferente: usou a quantia para pagar os boletos de água e luz e devolveu o troco para a dona. Um bom exemplo que já é conhecido na família. O pai de Thaísa é Fernando Salustino, taxista que no ano passado devolveu R$ 15 mil achados dentro de uma mochila.
A dona do dinheiro e das contas é Katherine Pontes Nunes, de 38 anos, que foi até a casa da família Salustino no bairro Planalto, na Zona Oeste de Natal, para buscar o troco, os boletos e agradecer. A auxiliar administrativa foi achada duas horas após Thaísa publicar uma foto nas redes sociais à procura da desconhecida que havia perdido o dinheiro e as contas. "Quando recebi a ligação não acreditei. Ser honesto e boa pessoa não tem preço, é algo muito valioso. No mundo de hoje não é fácil de acontecer", afirma Katherine.
Antes de achar o dinheiro, Thaísa conta que encontrou uma nota falsa de R$ 100 na rua. "Vim o caminho reclamando que nunca tinha achado nada na rua. Quando andava pelo ônibus vi as contas enroladas no chão com o dinheiro dentro. Fiquei surpresa, coloquei no bolso e quando desci fui correndo para casa. Pensei em ficar, não vou mentir. Mas na mesma hora lembrei do meu pai", relata a estudante, que para devolver tudo ainda contou com a ajuda de Seu Fernando, como é conhecido o pai, e da mãe, Maria Camila da Silva.
Coube a Seu Fernando a missão de pagar as contas. "Fui de bicicleta, já perto do meio-dia, e a fila estava grande", brinca. Enquanto isso, a mãe de Thaísa marcou o encontro com a dona das contas. Moradora do mesmo bairro da família Salustino, foi fácil para a auxiliar administrativa receber o troco de R$ 43,55 e os comprovantes de pagamento. "Cheguei a pensar que a pessoa poderia pagar as contas e ficar com o resto do dinheiro. Até torci para que ao menos fosse alguém que precisasse mais do que eu", diz.
Depois da boa ação, Thaísa recebeu várias mensagens nas redes sociais. O pai ficou orgulhoso. "Quando li, fiquei feliz. Me sinto realizado", afirma Seu Fernando, que chegou a ser chamado de 'besta' depois de devolver os R$ 15 mil. "Tinha gente que falava mal, mas muito mais pessoas que falavam bem", garante. Afastado da direção após cirurgias no ombro e nos olhos, Seu Fernando lembra uma boa história sobre os que zombavam de sua atitude.
"O rapaz que recebeu o dinheiro de volta pegou uma corrida com outro taxista e pediu a opinião dele sem se identificar. O taxista falou 'ô velho besta aquele'. Quando chegou no destino, o rapaz disse que o dinheiro era dele. O taxista ficou sem ter o que falar", conta Seu Fernando, antes de mais um abraço orgulhoso na filha Thaísa.

Fonte:G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário