Image Map

13 maio 2015

Procurador federal suspeito de crime no RN é preso em João Pessoa

Um procurador federal da Advocacia Geral da União foi preso em casa nesta quarta-feira (13) em João Pessoa. Segundo a Polícia Civil, o procurador Marcelo Raposo de França  é suspeito de tentar matar no último dia 23 um vereador da cidade de Carnaúba dos Dantas, no estado do Rio Grande do Norte. A confusão e a tentativa de homicídio aconteceu em Caicó, também no RN.
Segundo o delegado Helder Carvalhal, da delegacia de Caicó, o procurador e o vereador estavam em um posto de combustíveis, onde há uma loja de conveniências, quando o procurador teria assediado a esposa do vereador dando início a confusão. Em seguida, Raposo teria ido até o carro e voltado com uma arma, disparando a uma curta distância três tiros contra o vereador.
Imagens das câmeras de segurança do posto de gasolina mostram o momento da briga, quando o vereador e o procurador trocam socos e as pessoas em volta tentam separar. Marcelo Raposo afirmou que a arma usada na tentativa de homicídio em Caicó foi apreendida.
"Se ele vier me agredir, se ele vier querer me matar e eu não puder brigar com a pessoa, porque uma pessoa de dois metros de altura quase, o que é que eu posso fazer? tenho que andar armado", disse Marcelo Raposo.
De acordo com o delegado Reinaldo Nóbrega, da Delegacia de Homicídios de João Pessoa, qualquer cidadão pode requerer um porte de armas, mas apenas em razão do exercício da função de procurador federal, Marcelo Raposo não tem direito a ter porte de arma.
O procurador tem direito a prisão especial e ainda nesta quarta-feira (13) deve ser encaminhado para a superintendência da Polícia Federal em  Natal, já que a tentativa de homicídio aconteceu no estado vizinho. Marcelo Raposo deve permanecer preso até que o inquérito do caso seja concluído.

Fonte:G1/PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário