Image Map

31 julho 2015

‘Zé Lezin’ revela bastidores da Escolinha do Professor Raimundo

O humorista paraibano Nayron Barreto, o “Zé Lezin”, revelou, nesta quinta-feira (30), durante entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM de João Pessoa, os bastidores de sua participação no programa “Escolinha do Professor Raimundo”, comandado por Chico Anísio (in memorian) na rede Globo de Televisão.
“Zé Lezin” disse que ao entrar na emissora teve que fazer cursos de dicção e oratória, sobretudo para perder o sotaque e traços da linguagem nordestina. “Uma vez conversando com Chico, fui contar uma piada e disse que a mulher estava preparando a papa do menino num papeiro. Ele me disse: papeiro, faz mais de 30 anos que não escutava isso e quase não parava de rir. Passou a tarde toda zoando de minha cara”, contou.
O humorista disse também que o fato de fazer piadas de improviso gerou ciúmes de alguns colegas de programa, que muitas vezes tentavam boicotar suas participações na “Escolinha”.
“Certo dia Chico disse no programa: Seu Zé Lezin me fale sobre o órgão sexual feminino, aí eu respondi. Por que o senhor não me perguntou isso ontem à noite, pois eu estava com este assunto na ponta da língua. Em seguida ele terminou o programa com famosa frase: e o salário, ó. Quando a gravação se encerrou ele olhou para todos e disse: se eu tivesse cinco Zé Lezin eu faria programa só eu e ele. A partir deste dia alguns medalhões do programa começaram a tentar me queimar, mas depois conquistei todos e fiz grandes amizades lá”, declarou.
Segundo ele, os ‘colegas’ usavam técnicas para tirar a concentração durante a apresentação de suas piadas de improviso, a exemplo de mão no bolso, dedadas e pegar na bunda. “Um vez Seu Peru [Orlando Drumont] botou a mão no meu bolso aí eu disse: cuidada se não você vai pegar no meu p…., pois meu bolso está furado. Depois tudo foi superado e nos tornamos grandes amigos”, lembrou.

Fonte:MAISPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário