Image Map

09 julho 2014

Movida por vexame, CBF prepara mudanças na seleção

O vexame histórico da goleada sofrida diante da Alemanha, por 7 a 1, na semifinal da Copa do Mundo, levou a CBF a preparar um pacote de mudanças na seleção brasileira - e até em outros cargos da entidade. Nenhuma decisão, no entanto, será anunciada antes da disputa do terceiro lugar, no sábado, em Brasília.
O jogo entre Brasil e Alemanha ainda estava em curso, e os aliados da cúpula da confederação já pressionavam por uma "mudança geral" no comando da seleção. José Maria Marin e Marco Polo Del Nero - respectivamente o presidente da CBF e seu sucessor já eleito - ouviram muita gente pedir a queda de Luiz Felipe Scolari e de sua comissão técnica.
Há quase um consenso de que Tite (ex-Corinthians) é o nome ideal para substituir Felipão. Na CBF, há a ideia de Alexandre Gallo dirigir a seleção olímpica (sub-23, com possibilidade de três reforços mais velhos) nos Jogos de 2016, que serão no Brasil.
A pressão vem do mesmo lugar de onde até ontem só vinham elogios e pedidos - pedidos de ingressos para jogos da Copa, de ajuda financeira, de todo tipo, enfim. Em 16 de abril, Del Nero foi eleito presidente da CBF para o período entre 2015 e 2019 - a votação, da qual participam presidentes de clubes da Série A e das 27 federações estaduais foi praticamente uma aclamação.

Fonte:GloboEsporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário