Image Map

27 julho 2014

Natal/RN:Após 'arraiá' ser cancelado, carro de padre é incendiado.

Festa acontecia no largo da Vila de Ponta Negra (Foto: Yuno Silva) 
 (Foto: Yuno Silva)
O carro do padre da Vila de Ponta Negra, bairro da Zona Sul de Natal, foi incendiado na madrugada deste sábado (26), após o cancelamento de um arraial que aconteceria na comunidade. De acordo com o padre João Farias, alguns moradores do bairro estão responsabilizando ele pelo cancelamento da festa e incendiaram o veículo como represália.
De acordo com a presidente do Conselho Comunitário da Vila de Ponta Negra, Cinthia de Lima, a festa tem caráter particular visando apenas lucro para os organizadores e causa transtornos à rotina da comunidade. "Um grupo de lideranças comunitárias, incluindo a Associação de Moradores, Associação de Quiosqueiros, Centro Cultural e o Centro Paroquial, enviou um documento para o Ministério Público relatando o problema e o MP proibiu a realização da festa", disse.
O G1 procurou os organizadores da festa, mas as ligações não foram atendidas.
Conhecida como "Arraiá da Florestina", a festa acontecia no largo da igreja que também é o terminal de ônibus do bairro. Segundo o padre João, durante os três dias de realização da festa o terminal é transferido para as proximidades do Cruzeiro. "Fica longe para um trabalhador chegar de noite e descer lá. Além disso, tem o problema da sujeira que é deixada no local e aviolência que muitas vezes acontece na festa. No ano retrasado a igreja foi baleada", disse.
O padre fez questão de ressaltar que quem proibiu a realização da festa não foi ele, nem as lideranças comunitárias, e sim o Ministério Público. A festa estava marcada para começar nesta sexta-feira (25), mas com a proibição por parte do Ministério Público foi cancelada. Em represália, a casa do padre foi apedrejada durante a noite. O comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Araújo, confirmou que a PM foi acionada e esteve no local para conter os ânimos. Segundo testemunhas, após a saída dos policiais, o carro do padre foi incendiado. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu apagar o fogo. O caso foi registrado na Delegacia de Plantão da Zona Sul.

G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário