Image Map

22 junho 2015

Morre em São Paulo o deputado estadual Agnelo Alves

O corpo do deputado Agnelo Alves é esperado em Natal às 14h30 hz desta segunda-feira (22). O transporte, de São Paulo para a capital potiguar, será feito em voo comercial da TAM, com saída da capital paulista marcada para às 11h. Do aeroporto governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, o corpo do deputado será levado diretamente para a capela do cemitério Morada da Paz, em Emaús. Haverá missa de corpo presente e, em seguida, o sepultamento.
O deputado estadual Agnelo Alves faleceu no início da tarde deste domingo (21) no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. No segundo mandato como deputado estadual, Agnelo também já foi senador, prefeito de Natal e de Parnamirim. Durante a madrugada de domingo ele teve uma queda acentuada de pressão e piora no quadro de infecção respiratória do qual vinha se tratando há duas semanas. As defesas baixas, devido ao tratamento de quimioterapia contra um câncer no esôfago, também contribuíram para dificultar a recuperação.
Agnelo Alves tinha 82 anos. Há cerca de três anos ele vinha sendo submetido a um tratamento para controle de um câncer no esôfago. Apesar de estar respondendo bem a esse tratamento, no início deste mês, após sentir problemas respiratórios, Agnelo Alves foi internado na Casa de Saúde São Lucas, em Natal. Os médicos detectaram um quadro de infecção pulmonar, respondendo bem a medicação com antibióticos. No último fim de semana, recomendaram à família transferência do paciente para São Paulo, onde poderia fazer novos exames.
Na capital paulista, o deputado estava acompanhado pelos filhos José Luis e Agnelo Filho. A esposa, Celina Alves, ficou aos cuidados do terceiro filho do casal, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves. Tio do ministro Henrique Eduardo e do senador Garibaldi Filho, Agnelo era o caçula dos Alves e, ao lado dos irmãos. Aluízio Alves e José Gobat, um dos fundadores da Tribuna do Norte.
O Governo do Estado e as prefeituras de Natal e Parnamirim decretaram luto oficial por três dias. A Assembleia Legislativa suspendeu as sessões e todos os outros trabalhos em sinal de luto. Na vaga de Agnelo Alves assumirá o suplente Vivaldo Costa.
Fonte:Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário