Image Map

07 julho 2015

Maranhão/MA: Bebê é enrolado em saco de lixo devido à falta de incubadora em hospital.

(Foto: Reprodução / Facebook)
Um recém-nascido prematuro foi enrolado com um saco de lixo no hospital municipal de Santa Inês, localizado a 246 km de São Luis, no Maranhão. A imagem, compartilhada nesta última segunda-feira (6), gerou revolta nas redes sociais. 
O registro foi feito por Ananda Fontenele, namorada do jornalista Domingos Costa, responsável por divulgar a foto. “Como não havia uma manta térmica no hospital, tiveram que cobrir o bebê com um saco de lixo para transferi-lo até uma unidade especializada em atendimento infantil. Os funcionários alegaram que isso salvaria a vida da criança, que corria risco de vida”, explicou o jornalista em entrevista ao “Extra”. 
De acordo com o diretor do hospital, não havia incubadora disponível para o bebê, que tem um irmão gêmeo, também prematuro. O parto teria ocorrido 10 dias atrás.
“A mãe foi atendida antes do parto e recebeu atendimento durante e depois do parto. Só que foram gêmeos e temos duas incubadoras; uma já estava ocupada. Então um dos bebês foi para a desocupada e o outro ficou em um berço, que foi aquecido da maneira correta”, disse o diretor Tomaz Martins em entrevista ao portal “UOL”. 
Ainda de acordo com o diretor, a imagem foi intepretada de forma incorreta. O saco de lixo não era usado e foi colocado no bebê por cima de uma outra manta para aquecê-lo. “A pediatra enrolou com uma manta por baixo, colocou o plástico por cima e iria enrolar outra manta. Antes dela proceder o fechamento, tiraram essa foto e fizeram essa interpretação. O importante é que as crianças estão bem, já estão em casa com a mãe”, continuou. 
Martins também elogiou a estrutura do hospital, que estaria pronta para inaugurar uma nova ala com quatro incubadoras. “Para você ter ideia, o hospital regional mais próximo fica a 50 km daqui, no município de Monção, e só tem uma incubadora”, finalizou o diretor.

Fonte: O Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário