Image Map

18 fevereiro 2016

Indignado com situação do Santa-PB, Ramiro Souza desabafa após derrota


(Foto: Lucas Barros / GloboEsporte.com/pb)
Um misto de indignação, desabafo e crítica. O geralmente pacato treinador Ramiro Souza não aguentou a situação que vive no Santa Cruz-PB e explodiu ao fim do jogo dessa quarta-feira contra o Treze, após perder por 2 a 1. Em entrevista à Rádio CBN e em tom nada amistoso, Ramiro chegou a dizer que poderia ser demitido, mas iria falar. Sem citar nomes, ele acusou “pessoas de Santa Rita” de estarem trabalhando contra o clube.
- O que eu estou falando pode botar no ar mesmo. Se quiser me colocar para fora hoje, pode me botar. Estes jogadores estão sendo guerreiros porque jogar da forma que jogaram contra o Treze foi uma vitória, não fomos derrotados, não. Principalmente pelo que a gente vem treinando. As pessoas estão trabalhando contra. É isso que está acontecendo em Santa Rita - declarou.
Na partida dessa quarta-feira, o Santa perdeu por 2 a 1 para o Galo. Mas não chegou a jogar mal. Inclusive, chegou a mandar bola na trave. Logo aos 16 minutos do primeiro tempo, Clóvis arriscou e a bola explodiu na trave de Márcio Greyck. E o time ainda teve chances com Thiago e também com Diego Sousa. Nos acréscimos, Caio ainda marcou para o Santa.
O que eu estou falando pode botar no ar mesmo. Se quiser me colocar para fora hoje, pode me botar"
Ramiro Souza
Ramiro ressaltou bastante a atuação dos seus jogadores, que mesmo com todos os problemas, foram melhor em campo do que o Treze. E em um dos raros momentos em que se viu o treinador saindo do sério, ele falou sobre a situação vivida pelo clube de Santa Rita e acusou as autoridades da cidade de não se unirem para ajudar o time. Ainda contou sobre os conflitos que existem e só prejudicam o Tricolor.
- Estamos perdendo por causa da briga que está tendo em Santa Rita. Tem uma cidade fortíssima, com uma torcida fortíssima. Temos prefeito e vereadores que não estão se unindo e nem ajudando o Santa Cruz. Enfrentar o Treze assim não vai mais acontecer. A gente não aguenta mais a forma como está sendo trabalhado. As pessoas que fazem Santa Rita têm que se unir o mais rápido possível, senão o time não vai andar - disparou.
Santa Cruz e Treze se enfrentaram em jogo atrasado da primeira rodada do Paraibano
Para o treinador, o time precisa de mais reforços. Ele ainda ressaltou que não gosta de se lamentar, mas está cansado de ver os esforços dos seus atletas serem em vão.
- Precisamos de uns cinco ou seis atletas que conheçam o futebol paraibano. Hoje seria um bom momento para esses atletas estarem aqui. Não sou muito de estar me lamentando, sou de muito trabalho, que gosta de vencer. Mas ver o que está sendo feito é inadmissível. Estão brigando e esquecendo o Santa Cruz. E os meus jogadores estão mostrando vontade e determinação. Estão jogando por eles mesmos e pelos seus familiares. Este grupo está sendo guerreiro, e muito guerreiro - concluiu.

Fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário